O ano do Imperador


Cinco meses se passaram sem que eu não fizesse nenhuma postagem neste Blog.

Eu poderia dizer que estive muito ocupado, que viajei muito, que estive comprometido com outras atividades, que não tive tempo, inventar enfim algo que fosse uma justificativa qualquer para não dizer a pura verdade: foi um pouco de tudo isso somado a um grande cansaço da obrigação que havia me imposto de escrever diariamente sobre tarot.

Escrever é um ótimo exercício para quem o faz. Aprende-se mais, fixa-se melhor e tem-se a oportunidade de repensar conceitos que pareciam quase estáticos. Fiz isso por 2 ou 3 horas, todos os dias, durante 8 meses. Foi muito bom, mas cansei.

Como tudo que fazemos de maneira continuada, corremos o risco de nos tornarmos mecanicamente repetitivos, perdermos a espontaneidade e, sobretudo, o prazer. E o que eu mais prezo no meu trabalho é a satisfação física, mental e espiritual que ele me dá. Não posso deixar que vire rotina. Não vou conseguir amar algo que se torna um apêndice, algo que se faz movido pela necessidade ou pelo sentimento de obrigatoriedade. Tem de haver tesão.

2011 corresponde numerologicamente ao Imperador, Arcano Maior de número 4 ( 2+0+1+1= 4 ). Essa figura representa, arquetipicamente, o administrador que existe (ou deveria existir) em todos nós. É o governante, o gerente, o pai, o patrão, o chefe, o general, o provedor, o monarca, o responsável, enfim, por si e pelos seus. É nosso aspecto organizador e controlador. É a maneira que nos portamos na condução dos nossos negócios, nossos relacionamentos, nossos interesses, nossa vida. É nosso sentido de segurança pessoal, de nos acreditarmos, de sabermos que podemos fazer o melhor e que temos condições próprias de gerir aquilo que primeiro pensamos, depois plantamos, finalmente colhemos e agora devemos dar-lhe um sentido de utilidade, de organização, uma finalidade que nos agrade e que beneficie aos demais por quem somos responsáveis.

Se no ano que findou vimos brotar (Imperatriz), finalmente, aquilo que no que havíamos investido tempo, trabalho, amor, dinheiro, dedicação, este é o ano de cuidar dos frutos colhidos.

Portanto, começa hoje um período em que testaremos (e seremos testados) na nossa capacidade administrativa. Como vamos conduzir aquilo que temos e quem somos vai depender de exclusivamente de quanto estamos preparados para esse papel: o de Imperador de nós mesmos. Vamos, então, cuidar para que não nos tornemos verdadeiros déspotas, ou escravos de nós mesmos.

Ano novo, novos sonhos, esperanças, interesses, investimentos e responsabilidades. O Arcano Maior de número 4 é, também, uma nítida lembrança disso: responsabilidade. Não necessariamente estratificarmos, sentarmos sobre os louros das nossas vitórias anteriores, não nos arriscarmos. É assumirmos que somos responsáveis pelos nossos atos e que todas as nossas ações irão refletir essa nossa atitude.

Então, amigos, é hora de arregaçarmos as mangas e assumirmos total responsabilidade por aquilo que somos e pelo que temos, cuidando para que possamos trilhar, harmoniosamente, nossa vida, colaborando para que os demais possam se beneficiar das nossas atitudes e realizações. Esse é o compromisso de um bom gerente, de um pai responsável, de um administrador competente.

Feliz Ano Novo e muito sucesso a todos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s