Carta do Dia: ÁS DE PAUS


Título Origem dos Poderes do Fogo
Elemento Fogo
Arcanjo Metatron
Nome Divino  Ehieh (Eu Sou)
Mundo Cabalístico Atziluth (mundo arquetípico)
Sephirah Kether (coroa, Divino Esplendor)
Correspondência Astrológica Aries, Leão e Sagitário
Pedra Diamante

    Wands01 (2) Há uma frase do Johann Wolfgang von Goethe que, para mim, melhor expressa e resume todas as características do Ás de Paus:

     “O que quer que você queira ou sonha, ouse. A audácia contém genialidade, poder e mágica!”

     A essência do naipe de Paus é percebida, nesta carta, com um afluxo de energias naturais provocadas pelo início de um novo projeto, um novo negócio, uma nova idéia, uma nova, enfim, atividade criativa. O Ás de Paus é a raiz dos poderes do fogo, o que faz dele o impulso inicial e a inspiração motivadora. Essa energia, de altíssima combustão, é utilizada para superar a inércia, a estagnação. Não é necessário que nos preocupemos com detalhes ou com os resultados. Estamos envolvidos em começar. Ousemos, então!

     Quando numa leitura de tarot nos deparamos com esse Ás, temos grandes chances de que o assunto tratado será, de alguma maneira, coroado de êxito, pois essa carta é sintoma de uma energia equivalente a de uma usina atômica. É muita força. É uma imagem que vai se surge, do nada, em nossas mentes e que sabemos por instinto, que é algo que deve ser manifestado, de merece investimento, que deve materializar-se. É aquele instante em que, em meio a uma festa, nos servindo de um canapé qualquer, temos um flash, um raio que clareia nossa mente e nos afasta momentaneamente do local: “Eu poderia montar um buffet só de comidinhas naturais, com grãos, verdes, frutas, massas integrais, sementes, tudo muito bonito, tudo muito sofisticado, mas devo manter algumas características simples como nos materiais escolhidos, e poderia falar com a minha ex-babá que agora é uma excelente quituteira, meu filho pode nos dar uma ajuda com o carro, e os papéis? será que fica muito caro e complicado abrir a firma? deixa prá lá, disso o Fulano se incumbe, essas mulheres todas, que vivem de regime, vão enlouquecer! é tudo o que elas querem: comer e não engordar, e os sucos, então, que maravilha! muita fruta vinda do pomar lá da fazenda, eu sabia! eu sabia! que um dia aquele pomar que eu tanto quis fazer ia ser de enorme utilidade, mas e o pessoal de serviço? e os uniformes? onde a gente poderia fazer tudo? na cozinha lá de casa… não sei… é grande mas não sei se dá para guardar todo o material, preciso comprar um novo freezer e uma geladeira, ou os dois em uma peça só? amanhã mesmo vou subir a serra para falar com aquele fantástico fornecedor de endívias e shitake, vai ser uma maravilha! já estou até vendo!…”. Não, eu não esqueci de pontuar e usar os parágrafos corretamente. Mas quando pensamos, quando criamos, quando o Ás de Paus aparece, esqueça a tecla “Enter” do seu computador mental!

     Dificilmente, numa jogada, essa carta simbolizará algo negativo, mas quando aparece numa posição de “obstáculo” poderá estar lembrando ao Consultante que ele está canalizando, ou usou mau, essa energia criativa. Acontece quando nos atiramos de corpo e alma sem termos, e nem procurarmos adquirir, algum conhecimento mais aprofundado sobre o assunto. Quando não reconhecemos a necessidade de, passado o primeiro impacto da idéia e a explosão de entusiasmo que advém, temos que nos organizar ou reestruturar para que as coisas possa acontecer como imaginamos. Ou então quando nos recusamos a ver que há um tesouro à nossa frente, nublando nossa visão, recusando-nos, por algum motivo, a não reconhecê-lo. ainda assim ele está lá.

     Tradicionalmente o Ás de Paus simboliza, numa leitura de tarot, evidentemente dependendo do assunto proposto pelo Consultante, muita fertilidade e a possibilidade de nascimento de uma criança; início de um novo empreendimento, um novo negócio, um novo investimento; imaginação à mil, espírito motivado com novas idéias, criatividade e produção intelectual em alta; grande capacidade mediúnica, intuitiva, espiritual; energia sexual intensa; muita vitalidade física, recuperação da saúde. 

     Aproveite a expansibilidade natural de Júpiter, regente das quintas-feiras, com seu otimismo, sua promessa de boa-sorte e sua capacidade de aumentar nossa fé para dedicar-se a elaborar aquele projeto que vive clicando em sua mente. Dê vazão à sua criatividade, libere a sua imaginação e deixe-se conduzir pelas forças telúricas que nos cercam. Há um poema Rumi que diz: “Eu Sou o bastão e você é a bola”. Deixe que essa “tacada” que a Vida, o Divino (e substitua aqui pela expressão que melhor defina o seu conceito de divindade), o Universo dá,  o leve a voar alto, explorar outras distâncias, novos horizontes, múltiplas oportunidades.

     Tenham todos uma ousada e proveitosa quinta-feira!

Imagem:  TAROT DE DALI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s